// Coiococol: 18/01/15 - 25/01/15

quinta-feira, janeiro 22, 2015

Acreditar

Começar o dia com o pé direito faz toda a diferença para o resto do dia .
A nossa mente pode ser o nosso melhor ou pior inimigo , por isso , começar o dia a acreditar em ti e naquilo que mais queres  é fundamental para seres bem sucedido .

Problemas e dificuldades existem e vão existir sempre e não é só em tua casa , é na de todos nós , mas cabe a cada um de nós saber como ultrapassar esses problemas , e muitas vezes não é preciso mais que ir buscar paz e conforto na natureza , no mais simples da vida , o que nos é dado de graça e sabe tão bem ! A nossa alma fica fortalecida e os nossos pensamentos também ,
 e é aí que aceitamos o que a vida tem para nos dar e reaparecem novas cores e novas mudanças para explorar !



Apreciar a magia que a natureza nos dá , a perfeição dos seus detalhes , as cores e os sons , tudo isso nos dá uma enorme tranquilidade e acreditar que na vida nada nos acontece por acaso , tudo tem a sua hora e o seu momento .


Então, 
só me resta agradecer ao mistério da vida e acrescentar sempre doçura e encanto aos meus dias . A todos os meus dias !
Observar com calma e ouvir o coração acreditando sempre nesta nova oportunidade . Uma oportunidade para fazer melhor , para amar mais , ser mais presente e acima de tudo, uma nova oportunidade para me encontrar com o meu Eu verdadeiro .



terça-feira, janeiro 20, 2015

Como fazer uma colcha em patchwork para bebé

Toda a gente consegue costurar , quem disser o contrário é porque ainda não descobriu o quanto é fácil e divertido .
Uma das minhas paixões é fazer mantas acolchoadas , dá imenso trabalho , pouca gente compreende o valor pedido por um trabalho deste tipo , vão ter sempre um ou dois defeitos , mas , é uma obra de arte e é isso que faz parte do seu encanto .

Os divertidos momentos de pesquisa dos tecidos , a conjugação ou não das cores , o corte  , a fase de começar a escolher o padrão , alinhavar e coser , tudo isto me proporciona momentos de grande prazer - e nem toda a gente tem a sorte de sentir prazer com o seu trabalho  :)

É claro que , tal como em todas as profissões , também existem regras de segurança a cumprir , pois há ferramentas bastante perigosas e afiadas . Já fiquei com um dedo debaixo da agulha da máquina de costura enquanto ela cosia e garanto que não foi uma sensação nada agradável , por isso cuidado com as agulhas , os cortadores , os abre - casas , tesouras , alfinetes e por aí fora .

Agora vamos pôr mãos à obra :

Escolhi tecidos  de algodão Tilda para esta colcha , em tons neutros de azul pois era para um bebé . Cortei retângulos na medida que escolhi ( e aqui o número de retângulos ou quadrados varia conforme o tamanho da colcha desejada ) , conjuguei o padrão que queria e comecei então a coser . 
Primeiro costurei os retângulos uns aos outros pelo lado direito do tecido , passei as costuras a ferro em cada fila para um lado , sempre na mesma direção . Depois costurei as filas umas às outras e voltei a passar a ferro  respeitando a direção anterior .
Recortei um bocado de manta polar para usar como forro um pouco maior que a peça da frente da colcha para dar para fazer a bainha . Recortei também o enchimento que ficou entre a colcha e o forro ( manta polar ). Depois foi só fazer a bainha , dobrando as margens de costura para dentro ,e por fim chuleei as margens dobradas com linha a condizer .


A colcha ficou muito fofa e eu gostei bastante da conjugação dos tecidos . Os retângulos ficaram alternados e no centro ainda tinha uma tira de tecido azul bebé com uma renda aplicada de cada lado .