// Coiococol: 17/01/16 - 24/01/16

quinta-feira, janeiro 21, 2016

Limpeza do pó


Toda a gente tem algum móvel de madeira em casa e sabe que às vezes eles danificam-se , perdem o brilho natural ou alteram um bocado a sua cor . 
Encontrei esta receita caseira  e é ideal para limpar e dar um novo brilho às madeiras de uma maneira simples e económica  .  


* 2 partes de água iguais ( podem ser 2 chávenas por exemplo )
* 2 partes de igual medida de vinagre 
* 2 gotas de azeite ( gotinhas mesmo !! )
* gotas de limão + casca
* panos de algodão 


Vão colocar toda a mistura liquida numa taça e embeber os panos de algodão  , podem deixar assim por uns bons minutos .
Quando os panos estiverem todos ensopados , vão espremer e guardar os panos bem espremidos dentro de um frasco com tampa . Aqui podem colocar as cascas do limão entre os panos e garantir que o frasco fica bem fechado . 
Quando se abre o frasco, e por ele estar fechado ,  é notório o cheiro do vinagre e do limão que vem dos panos , mas  as madeiras não ficam com o cheiro , ficam bem limpas e brilhantes . 
Eu faço com vários retângulos de algodão  ao mesmo tempo e assim tenho sempre panos no frasco e não preciso de estar toda a hora a fazer a receita .
 Assim que os usarem podem fervê-los e estão prontos para uma nova utilização .

Beijos, Carla 




quarta-feira, janeiro 20, 2016

A vida sabe o que faz !

Às vezes a vida põe-nos à prova , não corre como gostaríamos e anda um bocadinho mais devagar . Nós , insatisfeitos que somos tentamos sempre  buscar o melhor , ficamos com pressa de um amanhã mais doce e saboroso , de saber e querer apreciar o que está para vir . Contamos os dias e quase os riscamos no calendário - como se assim fosse possível os dias de tempestade passarem mais depressa -  somos tão ingénuos !
Com isso nem vemos que eles só nos vão escorregando devagarinho por entre os dedos e que continua tudo igual . Que a planta precisa  ser regada por quem lhe quer bem , que as núvens passam quando o sol aparece mas que sem elas ele não teria o mesmo valor . Vemos que a vida é cuidadosa nos planos que tem para cada um de nós , mas que há vezes em que o que mais desejamos é impor as nossas vontades e esperar que quem nos ama nos ajude a mastigar o doce e o amargo  .




Fácilmente julgamos e somos julgados, achamos sempre que somos donos da verdade e sabedores das dores dos outros . Não é assim !
Às vezes um sorriso na cara não mostra o coração estilhaçado por lições que a vida te obriga a aprender , aqui não podes ter disciplinas preferidas nem matérias mais interessantes , muito menos baldar-te às aulas porque são uma seca  . É o que é , não há nada a fazer !

Mas dentro do que me acontece de menos bom acho que a vida tem sido bastante generosa comigo . Tem sabido equilibrar a balança e mostrar-me que quando se fecha uma porta abre-se sempre uma janela , que as tempestades por mais escuras e medonhas que sejam um dia vão embora . Eles são saudáveis e felizes e eu libertei-me do ângulo limitado em que muitas vezes vivia .


Hoje o meu olhar mostra-me que a vida é bem maior , que as nossas dores servem para um maior crescimento e aprendizado, que a pior mentira é mentir para si mesmo e que não precisamos de provar nada a ninguém . 
Hoje , tenho a certeza de que quando ponho os pés no chão , ainda levanto poeira . Por isso , é aproveitar a vida e continuar a andar .



Beijos, Carla 




segunda-feira, janeiro 18, 2016

Sabonetes artesanais

Em 2015 resolvi experimentar aprender a fazer sabonetes , coisa que nunca tinha pensado fazer  até então e sempre que via algo referente a isso em lojas de artes decorativas como moldes , essências ou assim , nunca tive aquele bichinho por dentro com curiosidade .
Para mim sempre foi mais tecidos e pinturas , mas parece que mudam-se os tempos e vão-se mudando também as vontades não é ?
Senti isso na pele ao ver que depois de tantos anos a entrar e a sair de lojas onde me forneço de material que afinal o que antes era certo , agora já não era :)))


Mas para mim , 
mais do que serem bonitos eu queria fazer sabonetes sem produtos quimicos , feitos de maneira natural , mas então ... e se conseguisse que ficassem aquilo que menos me importava no inicio , ou seja ,  bonitos ??
Isso era excelente :)

O novo ano começou e eu também comecei a dar uso aos sabonetes que fui fazendo , de aveia e mel , de lavanda e menta , de cho-co-la-te  aiiiii , e por aí fora . A experiência foi bastante engraçada porque ao tentar fazer com as próprias mãos ao invés de ir a correr comprar o que precisamos vamos aprendendo que o ser humano é capaz de tanta coisa e que quanto mais fazemos mais imaginação e vontade vamos tendo para coisas novas . 

Até agora não consigo eleger o preferido , claro que o de chocolate é aquela tentação e os preferidos pelos miudos daqui de casa , porque efetivamente cheiram mesmo muito bem a chocolate , mas os de lavanda também são tão lindos e românticos , os de aveia com o seu aspeto mais rústico , e estes em formato de bolo de aniversário são ou não são fofos ?

Com o tempo vou colocando as fotografias dos outros , por agora deliciem-se com este bolo de sabonete  :)






Beijos , Carla